Apenas em 2018, mais de 4 mil cristãos foram assassinados por causa da fé em Jesus 

 

Em pleno século XXI, onde os discursos de tolerância, direitos humanos e liberdades individuais são ecoados todos os dias e em todas às mídias do planeta, a perseguição religiosa aos cristãos tem crescido assustadoramente, e não mais nas regiões consideradas críticas, apenas, e sim em locais antes considerados pacíficos.

Segundo informações da organização Portas Abertas, apenas em 2018 morreram 4.305 cristãos, 3.125 foram presos e 1.847 igrejas foram atacadas. Países como à Índia, antes um local mais pacificado, hoje ocupa a 10° colocação na lista de países onde à intolerância religiosa é maior.

O radicalismo hindu tem sido frequente, baseado no crescente apelo ultra-nacionalista presente no cenário político do país, o que tem motivado grupos extremistas a coibirem hindus que voluntariamente desejam se converter ao cristianismo.

Na Nigéria, um verdadeiro genocídio de cristãos tem ocorrido nos últimos anos, apesar do silêncio das autoridades internacionais. Cerca de 87% dos assassinatos ocorridos no ano passado por conflitos de natureza político-religiosa foram de vítimas cristãs.

Recentemente a série de atentados em igrejas do Sri Lanka resultaram em 359 mortos e mais de 500 feridos. O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do massacre, e mesmo com números tão estarrecedores, o mundo parece ter se acostumado a perseguição religiosa sistemática contra os cristãos.

“A cada ano, a perseguição aos cristãos se intensifica no âmbito global. O número de cristãos com medo de ir à igreja ou que já não têm uma igreja aonde ir tem aumentado, bem como daqueles que têm de escolher entre permanecer fiel a Deus ou manter seus filhos seguros”, diz a Portas Abertas.

Mais de 10 cristãos morrem todos os dias em decorrência da intolerância religiosa, informou a organização em um comunicado recente, apontando à Coreia do Norte como o país que pais persegue os cristãos no planeta, confirmando que nos regimes comunistas que têm o ateísmo por essência é onde a perseguição é mais praticada.

Esses dados fizeram com o que o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, falasse na “Help the Persecuted” (“Ajude os Perseguidos”) em Washington D.C, no último dia 15, em defesa dos cristãos, apontando novas estatísticas.

“Em mais de 100 países, do Irã à Eritreia, mais de 245 milhões de cristãos enfrentam intimidação, prisão, conversão forçada, abuso, agressão ou, pior ainda, simplesmente por manter as verdades do Evangelho”, disse Pence.

A Igreja de Cristo clama em oração e apesar de todas as dificuldades, resiste, certa de que o grande e poderoso Dia do Senhor virá, e nele todas às nações serão julgadas, todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor.

 Fonte: Gospel+

Sóstenes Cavalcante propõe que casos de “homofobia” sejam avaliados por junta médica 

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) quer aproveitar a pausa feita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO 26), que pede a criminalização da homofobia, para apresentar um projeto de lei que aborde o tema.

A iniciativa de Sóstenes é uma reação, acordada com os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do STF, ministro José Dias Toffoli, à possibilidade de que o relatório da ADO 26 seja aprovado pelo plenário da Suprema Corte.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, o deputado – afilhado político do pastor Silas Malafaia – “tem reunido especialistas para propor tratar a homofobia como ‘patologia psiquiátrica’”.

A ideia é que, em casos de crimes de lesão corporal e homicídio contra homossexuais, uma junta médica faria avaliação do acusado, e se ficar comprovado que houve ódio como motivador, um agravante será aplicado à sentença.

A estratégia vem sendo costurada entre os poderes, e durante o almoço recente promovido por Silas Malafaia no Rio de Janeiro, Sóstenes conversou com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), Dias Toffoli e outros integrantes da bancada evangélica, informando que o projeto poderá ser apresentado em 15 dias. 

A proposta que Sóstenes Cavalcante apresentará terá ainda um dispositivo para garantir a liberdade de expressão a pastores e religiosos que defendam princípios de fé que tratam a homossexualidade como pecado, assim como o direito à crítica à conduta e suas consequências.

Essa proposta, que protege a liberdade religiosa, vai de encontro com o argumento defendido pela Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure) em nota pública divulgada antes do início do julgamento da ADO 26.

A manifestação da entidade reitera a visão das lideranças religiosas e pontua que “tal regulamentação, se feita sem distinção minuciosa das condutas praticadas, pode causar a direitos fundamentais, como a liberdade religiosa”.

 

Igreja usa helicóptero para distribuir 30 mil ovos de páscoa em sua comunidade 

Uma igreja americana chamada “Metro Community Church”, com cerca de 1.600 membros, resolveu celebrar a Páscoa de um jeito nada ortodoxo e nem barato. Ela contratou um helicóptero para distribuir cerca de 30 mil ovos de páscoa em sua comunidade.

Segundo John Helmkamp, que liderou o evento, essa não foi a primeira fez que fizeram isso, mas este ano foi mais organizado. Eles incluíram caminhões de alimento, adicionaram mais espaço para os veículos estacionarem e aumentaram o público atendido.

“Fizemos vários ajustes para o evento dste ano com base no alto nível de interesse e participação no ano passado”, disse Helmkamp. “Adicionamos mais uma divisão etária, fizemos parceria com mais caminhões de alimentos, aumentamos de 10 mil para 30 mil ovos e adicionamos vagas de estacionamento de uma escola próxima”.

A igreja fica localizada em Edwardsville e segundo Helmkamp essa é uma maneira de estreitar relações com os vizinhos. Ele rebate os críticos dizendo que o evento gera a oportunidade de expressar o amor de Cristo através das doações.

“Construímos relações com a nossa comunidade através de eventos como este e testemunhamos a mudança de vidas e de famílias”, disse ele. 

“Quando eles encontram o nosso povo, vêem o coração de Jesus, decidem nos visitar em uma programação e começam um relacionamento com Deus. Compartilhar a esperança de Jesus, através de eventos como este, é como amamos a nossa comunidade”, argumenta.

Sobre a origem pagã dos ovos de páscoa, Helmkamp diz que a igreja não adotou esse tipo de olhar, mas que ao invés disso, encarou o ovo apenas como um símbolo que atualmente possui outro significado.

“A procura pelos ovos de Páscoa se relaciona com o significado cristão quando ela se torna um lugar onde todos são bem-vindos, os julgamentos são banidos, o amor é estendido e a graça é concedida”, disse ele.

Segundo o Christian Post, a igreja tem como filtro reconhecer o que é capaz de aproximar às pessoas de Deus. Neste caso, para eles, os ovos de Páscoa cumprem essa função durante o evento.

“A missão da Igreja da Comunidade do Metro é ajudar às pessoas a se aproximarem de Deus, umas das outras e as que estão afastadas. Cada detalhe do nosso planejamento passa por esse filtro”, conclui Helmkamp.

Bruna Marquezine realiza culto doméstico em gratidão pelo aniversário do pai 

 

A atriz Bruna Marquezine realizou um culto doméstico com a presença da cantora Priscilla Alcantara, sua amiga pessoal, para comemorar o aniversário de 53 anos de pai, Telmo Maia.

A celebração foi realizada de surpresa para o pai da atriz, com um culto no formato de célula e uma festa em seguida, com direito a bolo e vela de aniversário. 

Marquezine na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Essa não é a primeira vez que a atriz realiza um culto doméstico com a presença de Priscilla Alcantara. Em janeiro deste ano, Bruna Marquezine realizou uma reunião para consagrar sua casa a Deus, e a cantora estava presente.

Nas redes sociais, os fãs da atriz compartilharam imagens e vídeos da festa em perfis que se dedicam a repercutir todas as atividades de Bruna Marquezine. 

Bruna e Priscilla vêm estreitando a amizade ao longo dos últimos anos, e recentemente chacoalharam as redes sociais com uma viagem em visita a um projeto social e missionário em Angola. 

WhatsApp:(35) 99185-2742

Celular:(35) 99185-2742

radioestreladoorientedanet@gmail.com

RÁDIO ESTRELA DO ORIENTE - FM © 2019 Todos direitos reservados